segunda-feira, 7 de maio de 2012

Aconteceu

Ela olhava para o espelho havia quinze minutos. Sentiu uma leve tontura e sentou-se na poltrona rosa que havia em seu quarto. Experimentou uma grande angústia, sensação de impotência, medo do futuro. Não havia solução, ele estava lá. Decidiu telefonar para sua melhor amiga, a ligação entretanto foi direcionada à caixa de mensagens. Levantou-se, voltou ao espelho, mexeu nos cabelos, ali ficou por mais dez minutos. Precisava falar com alguém, ligou para Aurélia mesmo.
- Oi! Lélinha?
- Oi!
- Aconteceu!
- Quando?
- Percebi hoje.
- Ai amiga, não se preocupe, amanhã marco um horário com a Clô, vai dar tudo certo.
- Você não está entendendo, nunca mais será a mesma coisa, estou deixando de ser eu mesma, de ser original.
- Tenha calma, você está levando tudo muito a sério.
- Preciso desligar.
Voltou ao espelho, pegou o fio branco e o arrancou violentamente da cabeça.

Nenhum comentário: